1. Skip to buy viagra without a prescription click now Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>


Biblioteca Municipal Miguel Torga

PDF Imprimir Enviar por E-mail

Avenida das Forças Armadas
3300-011 Arganil
E-mail : Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Telefone: 235 200 135
Fax: 235 200 136

HORÁRIO:
De Segunda a Sexta-Feira:
9H00 – 18H30
Sábado: 9H30 – 13H00

Em 1965, integrada na Rede de european viagra Bibliotecas da Gulbenkian, foi criada em Arganil a Biblioteca nº 95. Inicialmente sob a responsabilidade dos Bombeiros voluntários Argus, a Biblioteca foi passando períodos de maior êxito e outros de grande declínio. O seu espólio foi sendo mudado de um espaço para outro até que em 1980 a Autarquia aceitou a responsabilidade da Biblioteca instalando-a no edifício da Câmara Municipal.

Entretanto em 1987 é criada a Rede Nacional de Leitura Pública. Logo em 1988 a Câmara Municipal de Arganil apresenta uma candidatura para a construção de um edifício de raiz onde instalar a Biblioteca Municipal.


Sala Infanto-Juvenil

Finalmente a 4 de Dezembro de 1996 é inaugurada a nova Biblioteca que integrou todo o fundo documental da antiga Biblioteca da Gulbenkian.
Sempre na senda das novas tecnologias abriu ao público com dois computadores ligados à Internet e já com grande parte do seu espólio informatizado. Com o apoio do IPLB numa candidatura ao projecto informático, foi-se computorizando tanto nos serviços internos como nos recursos disponíveis aos utilizadores.


Sala de generic cialis usa Adultos

Sala de Audiovisuais

Hoje a Biblioteca Miguel Torga é a casa mãe da Rede de Bibliotecas do Concelho de Arganil. À sua volta foram nascendo outras bibliotecas que se organizaram como bibliotecas modernas dispondo de catálogo bibliográfico on-line e empréstimo informatizado.
A biblioteca desenvolve várias atividades de promoção da leitura tanto em contexto de leitura pública como de leitura escolar e organiza atividades culturais.
Conta com mais de 3000 utilizadores. Para além do acesso livre a livros, revistas e jornais, a Biblioteca dispõe de três postos para visualização de filmes. Tem disponível ao público 18 computadores com acesso à Internet, scanner e impressora e disponibiliza Internet sem fios.

Em 2000, a biblioteca passou a ter como patrono o escritor Miguel Torga.


Coordenação
Técnica Superior de adventistar.net Biblioteca e Documentação:
Margarida Custódio Fróis

Técnicos Profissionais de Biblioteca e Documentação:
Susana Cruz
Miriella de Vocht
Jorge Pereira
Vânia Silva
Ana Rita Martins

Técnica Superior de Animação:
Rita Cunha

Técnica Superior de Relações Públicas
Fátima Alexandra Novais

Outros colaboradores
Maria Guarete Paulo
Maria João Silva
João Filipe Martins

Regulamento

Biblioteca Municipal de Arganil – Miguel Torga

Regulamento

CAPITULO I

Disposições Gerais e Princípios Orientadores

Artigo 1.º

(Lei Habilitante)

O presente regulamento é elaborado ao abrigo do artigo 241º da Constituição da Republica Portuguesa, alínea e) do nº 1, do artigo 13º e a) do nº 1 do artigo 20º, ambos da Lei nº 159/99, de 14 de Setembro, alíneas f) do nº 2, e a) do nº 7, do artigo 64º, ambos da lei nº 169/99, de 18 de Setembro, na redacção dada pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro.

Artigo 2.º

Objecto

O presente documento tem como fim regulamentar os serviços que a Biblioteca Municipal de Arganil - Miguel Torga, adiante referida como BMA-MT presta à comunidade no desenvolvimento de hábitos culturais e no acesso a fundos documentais e à informação revelando-se um instrumento fundamental para a concretização dos objectivos a que a Autarquia através da Biblioteca Municipal se propõe.

Artigo 3.º

Estratégia

A Biblioteca Municipal de Arganil, no respeito pelos princípios estabelecidos pela UNESCO para as Bibliotecas Públicas, pretende ser um espaço de cultura, informação, formação e lazer que sirva todos os interessados, independentemente da idade, profissão, raça, religião ou nível de instrução. Um espaço cultural aberto, onde se promova o encontro de ideias, debate, reflexão e participação activa de todos e para onde confluam as mais diversas iniciativas da comunidade.

Artigo 4.º

Objectivos

O presente regulamento tem os seguintes objectivos:
Promover o gosto pelo livro e pela leitura junto das crianças, contribuindo para que estas lhes tenham acesso desde muito cedo, não só na Biblioteca, mas através da cooperação desta com os Jardins-de-Infância e Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico.
Promover a cooperação com as Escolas do 2º e 3º Ciclo do Ensino Básico, Escola do Ensino Secundário e Escolas Profissionais, criando um espaço de complementaridade, encorajando o uso continuo dos seus serviços fora do contexto escolar, procurando dar resposta às necessidades recreativas, informativas e culturais dos estudantes, assim como dar apoio na formação contínua dos munícipes fora do contexto escolar.
Desenvolver formas de buy generic levitra supplements cooperação com as instituições locais de modo a promover o uso da Biblioteca e dos seus recursos por parte dos agentes culturais, sociais e económicos da região, o que poderá levar à realização de actividades conjuntas que contribuam para o desenvolvimento cultural de todo o Concelho.
Organizar e tratar os documentos antigos a fim de disponibilizar os meios que permitam aos investigadores e interessados ter acesso à documentação sobre a história do Concelho de Arganil.
Situar-se sempre na perspectiva do combate ao iletrismo, organizando encontros com escritores, colóquios, exposições, utilizando todos os suportes documentais de que dispõe: livros, jornais, audiovisuais e multimédia.
Publicar, individualmente, ou em cooperação com outras Instituições, trabalhos de investigação sobre Arganil e sua região em várias vertentes: história, economia, sociologia, etnografia, etc.
Colaborar com a Imprensa e Rádios Locais, para no futuro preservar todo o trabalho desenvolvido ao longo dos anos, por estes agentes de desenvolvimento da Região de Arganil.
Desenvolver pólos ou anexos nas localidades do Concelho que pelas suas características sócio-culturais ofereçam condições mínimas para o seu funcionamento.
Dar apoio técnico à Rede de Bibliotecas Escolares contribuindo para uma melhoria da qualidade do ensino nas Escolas do Concelho de Arganil.


CAPÍTULO II

Funcionamento

Artigo 5. °

Horário da Biblioteca

A BMA-MT tem um horário bastante alargado permitindo assim servir vários públicos.
Dias úteis: 9.00h – 18.30h
Sábados: 9.30h – 13.00h

Artigo 6. °

Acesso aos documentos

6.1. O acesso aos documentos da Biblioteca Municipal de Arganil-Miguel Torga pode ser livre, condicionado ou reservado
6.1.1. Todos os utilizadores têm livre acesso às estantes das Sala de Adultos e Infanto-Juvenil, assim como os jornais e revistas na zona dos periódicos.
6.1.2. O acesso aos documentos da Sala de Audiovisuais é condicionado, já que os utilizadores apenas têm acesso às capas dos documentos, sendo o disco ou a cassete exclusivamente manuseados pelos funcionários da BMA-MT.
6.1.3. A Sala Veiga Simões tem acesso reservado. Nesta sala encontram-se os documentos mais importantes do Fundo Local da Biblioteca. O acesso a esta sala depende do preenchimento de buying cialis without a prescription advised to uma requisição especial.
6.1.4. O Arquivo Histórico é também um espaço de acesso reservado. Aqui se encontram os documentos administrativos mais antigos do Concelho. O acesso depende do preenchimento de uma requisição especial.

Artigo 7. º

Inscrição

7.1. A BMA-MT presta à comunidade um serviço totalmente gratuito na consulta e empréstimo dos documentos.
7.2. Para usufruir deste serviço é necessário ser utilizador da Biblioteca.
7.3. São admitidos como utilizadores da BMA-MT todos os residentes no concelho de Arganil e outros que embora não sendo residentes tenham interesse em se inscrever.
7.4. Os interessados devem apresentar um documento identificativo com fotografia actualizada com vista à obtenção de um cartão de utilizador que permite o acesso aos vários serviços da BMA-MT.
7.5. O cartão de utilizador será enviado para a morada indicada na inscrição.
7.6. Em situações especiais poderão os interessados utilizar alguns serviços da Biblioteca sem estarem inscritos.
7.6.1. São considerados casos especiais os turistas que visitam o Concelho de Arganil e que pretendem ter acesso à Internet e à consulta presencial de documentos ou utilizar o serviço de reprografia.
7.6.2. Nestes casos os interessados terão que apresentar no balcão de atendimento documento identificativo a fim de serem transcritos os elementos necessários à sua identificação.

Artigo 8. º

Empréstimo

8.1. A consulta dos documentos pode ser presencial ou domiciliária, de acordo com o interesse do utilizador e do tipo de documento que se pretende consultar.
Assim, não estão disponíveis para empréstimo domiciliário todos os documentos assinalados com o carimbo «LEITURA NA BIBLIOTECA».
8.2. Cada utilizador poderá requisitar até 3 obras em suporte papel que poderão sair pelo prazo de 15 dias, podendo o empréstimo, ser renovado por mais 10 dias, salvo se a obra em causa for muito pretendida. Neste caso o prazo de entrega será decidido em função da necessidade do livro.
8.2.1. Cada utilizador poderá requisitar 1 documento em suporte audiovisual ou informático. O documento terá que ser entregue no primeiro dia útil após o empréstimo.
8.2.2. No conjunto o utilizador não poderá requisitar mais do que três documentos.
8.2.3. Se a devolução não for feita no prazo estabelecido o utilizador será avisado através de uma carta emitida pela Biblioteca.
8.2.4. Se o documento for perdido ou danificado o utilizador fica obrigado (no prazo de 10 dias úteis) à entrega de um exemplar em bom estado ou ao pagamento do valor necessário para a sua aquisição.
8.3. Em casos especiais a BMA-MT poderá efectuar empréstimos colectivos a escolas ou outras Instituições, devendo o professor ou outro responsável que requisite os documentos, responsabilizar-se, através de assinatura e apresentação de documento identificativo, pela sua devolução em bom estado.
8.3.1. Estes casos particulares serão objecto de análise individual, devendo no entanto a devolução não ultrapassar os 30 dias.
8.4. Não estão disponíveis para empréstimo domiciliário os jornais e revistas. Estes poderão ser consultados presencialmente.


CAPÍTULO III

Serviços

Artigo9. °

Serviços à Comunidade

A BMA-MT presta serviços à comunidade que saem do âmbito do normal funcionamento da Biblioteca, tendo em vista proporcionar aos utilizadores acesso aos novos meios de generic cialis free viagra comunicação e informação: INTERNET, CD ROM’s, CONSTAT, utilização de equipamento informático para produção de texto em trabalhos particulares e fotocópias.
A BMA-MT é também um Centro de Competência da Carta Europeia de Condução em Informática (ECDL)
9.1 Utilização de computadores
9.1.1. Para a utilização dos computadores todos os interessados terão de preencher uma ficha de inscrição
9.1.2. Os períodos de utilização serão de 30 minutos, repetíveis no caso de o utilizador precisar para completar trabalhos importantes para a sua vida profissional ou escolar.
9.1.2.1. Nos restantes casos os utilizadores poderão, se houver computadores disponíveis, repetir 1 vez o período de 30 minutos, não podendo no entanto, utilizar o mesmo computador que utilizou no primeiro acesso.
9.1.2.2. A utilização poderá ser individual ou colectiva (2 pessoas).
9.1.3. A utilização de qualquer software ou hardware exterior à biblioteca depende da autorização do funcionário que aceitar a inscrição.
9.2. Internet
9.2.1. O acesso à Internet é gratuito.
9.2.2. Não é permitido fazer download de jogos, programas ou filmes a partir de help sítios na Internet.
9.2.3. Verificando-se uma utilização indevida por parte do utilizador individual ou colectivo, este será sujeito a uma penalização, que poderá ser a suspensão do acesso durante uma semana ou de um período mais alargado, dependendo da gravidade do uso indevido.
9.2.4. As folhas impressas a partir da consulta na Internet são pagas ao preço estipulado para a informação impressa.

Artigo 10. °
Internet Sem Fios

A Internet sem fios permite aos utilizadores utilizarem os seus computadores pessoais na Biblioteca e acederem à Internet individualmente.
10.1. Todos os utilizadores com inscrição devidamente regularizada, podem aceder à Internet sem fios na BMA-MT.
10.2. Os funcionários poderão intervir sempre que se verifique alteração ao normal funcionamento da sala ou comportamentos que violem este regulamento.

Artigo 11. °
Utilização de cd rom’s


11.1. Os cd rom’s e os dvd’s são de acesso condicionado estando disponíveis apenas as capas. O manuseamento de instalação no computador é da exclusiva responsabilidade dos funcionários da BMA-MT.
11.2. Não é permitido utilizar cd’s ou dvd’s que não sejam pertença da Biblioteca.
11.3. As folhas impressas a partir da consulta do cd rom ou dvd são pagas ao preço estipulado para a informação impressa.

Artigo 12. °
Fotocópias


12.1. Os utilizadores da BMA-MT têm acesso ao serviço de fotocópias.
12.2. A máquina fotocopiadora só poderá ser utilizada pelos funcionários da BMA-MT.
12.3. As fotocópias são pagas ao preço estipulado no Regulamento de Taxas e Outras Receitas do Município de Arganil.

Artigo 13. °
Centro de Competência da Carta Europeia de Condução em Informática (ECDL)


A BMA-MT disponibiliza aos seus utilizadores a possibilidade de adquirirem o certificado nacional e internacional de competências em informática para utilizadores de computadores, que é um verdadeiro certificado pessoal e intransmissível válido no mercado de trabalho português e europeu.
A European Computer Driving License (ECDL), lançada em Portugal sob o nome de Carta Europeia de Condução em Informática, é um padrão de competência, reconhecido internacionalmente, certificando que o seu detentor possui os conhecimentos e aptidões necessárias para utilizar as aplicações de computador mais correntes, de uma forma eficaz e produtiva.
13.1. Só podem aceder a este serviço os utilizadores da BMA-MT.
13.2. Os interessados devem dirigir-se ao balcão de atendimento para fazer a inscrição na ECDL através do preenchimento de um formulário e apresentação do BI.
13.3. No acto do pagamento da carta, é fornecido um cartão (CRCI) em que vão sendo registados os exames feitos.
13.4. Se for do interesse do utilizador, o cartão pode ficar na posse da Biblioteca, entre cada exame.
13.5. Os exames são marcados no balcão de atendimento, de acordo com o interesse do utilizador e a disponibilidade dos serviços.
13.6. Os interessados em fazerem auto-formação devem inscrever-se no balcão de atendimento, podendo utilizar um computador no espaço de auto-aprendizagem durante 90 min./dia.
13.7. O preço deste serviço está dependente dos preços fixados pela Ceticarta.
13.8. Os interessados podem solicitar no balcão de atendimento o folheto informativo da ECDL.

Artigo 14. °
Livraria da Biblioteca Municipal de Arganil - Miguel Torga


14.1. A BMA-MT disponibiliza aos seus utilizadores um espaço de venda de documentos em vários suportes.
14.2. Os documentos à venda poderão ser propriedade da Câmara Municipal ou de autores que os colocam aqui à consignação. Desta venda não reverte qualquer lucro para a Autarquia.

Artigo 15. °
Auditório

15.1. O Auditório da Biblioteca Municipal de Arganil – Miguel Torga serve a Autarquia, a Biblioteca e está aberto à comunidade, aos seus agentes culturais, sociais, económicos e políticos que precisem de utilizar este espaço;
15.2. As entidades ou organizações que solicitarem a cedência do Auditório, serão responsáveis pela boa utilização de todo o equipamento.
15.3. A marcação da utilização do Auditório será feita por ordem de chegada dos pedidos de cedência.

Artigo 16. °
Espaço para Exposição

Os Átrios do 1º e 2º piso da Biblioteca são espaços óptimos para a realização de exposições de arte ou temáticas de iniciativa da Autarquia / Biblioteca, ou de particulares.
No caso de solicitação de cedência do espaço para a organização de exposições por parte de particulares, estes ficam sujeito às seguintes regras:
16.1. O Município não se responsabiliza pela segurança das obras expostas.
16.2. A montagem da exposição é da responsabilidade do artista ou do promotor da exposição com o apoio, se necessário, dos funcionários da Biblioteca.
16.3. A divulgação e apoio no catálogo, se o artista assim o entender, pode ser da responsabilidade da Biblioteca.
16.4. Se houver sessão de abertura, esta é da responsabilidade do artista, com a ajuda, se necessário, de funcionários da Biblioteca.
16.5. O artista ou o promotor compromete-se a levantar as peças expostas logo a seguir ao encerramento da exposição.


CAPÍTULO IV
Parcerias

Artigo 17. °
Bibliotecas Escolares


17.1. O apoio técnico será sempre prestado de acordo com protocolos celebrados entre a Autarquia, as Escolas e o Ministério da Educação e através dos Grupos de Trabalho criados para o efeito.
17.2. Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE) é um serviço sedeado na Biblioteca Municipal Miguel Torga, constituído por técnicos da Autarquia que prestam apoio às Bibliotecas Escolares do concelho de Arganil.


Artigo 18. °
Pólos ou Anexos da BMA-MT


O apoio técnico será sempre prestado de acordo com protocolos celebrados entre a Autarquia, Juntas de Freguesia ou outras Instituições, interessadas em promover a criação de bibliotecas fora da sede do concelho.

Artigo 19. °
Apoio à Leitura em Lares e Centros de Dia


Este trabalho desenvolvido pelos técnicos da BMA-MT está dependente da assinatura de um protocolo entre a Câmara Municipal de Arganil e as IPSS interessadas em estabelecer estas parcerias.


CAPÍTULO V
Responsabilidades e Penalizações

Artigo 20. °
Responsabilidades


A Biblioteca Municipal de Arganil é um espaço público onde todos os interessados são livres de usufruir de todos os serviços sem restrições, desde que cumpram o regulamento, as regras da civilidade e do respeito pelos outros.
20.1. Os pais das crianças e jovens até aos 18 anos são responsáveis pelos actos praticados pelos filhos na BMA-MT
20.2. Os serviços da BMA-MT não se responsabilizam pela permanência das crianças na Biblioteca.
20.3. Todo e qualquer dano causado a documentos (livros, revistas, cd’s, cassetes de vídeo, cd rom’s, dvd’s) e equipamento informático da BMA-MT, será punido de acordo com o regulamento.

Artigo 21. °
Penalidades


21.1. Os utilizadores que não cumpram as normas estabelecidas neste regulamento ficarão interditos por um período que poderá ir até 30 dias de aceder aos fundos documentais e aos diversos serviços disponíveis na Biblioteca Municipal de Arganil -Miguel Torga.
21.2. Serão obrigados a repor, ou ao pagamento integral, de todo e qualquer bem que voluntariamente danifiquem na BMA-MT.
21.3. Nos casos em que seja impossível determinar o preço correcto do bem danificado, deve o utilizador pagar o valor que for determinado pela Biblioteca, respeitando o principio da proporcionalidade e, tendo em conta os custos directos e indirectos suportados na reparação ou substituição.

Artigo 22. °
Recomendações


22.1. Os livros e documentos consultados deverão ser deixados em cima das mesas para posterior arrumação pelos funcionários da BMA-MT.
22.2. Não é permitido fumar, beber ou comer em qualquer das salas.
22.3. Não é permitido usar telemóvel dentro das salas da Biblioteca.

Capítulo VI
Disposições Finais

Artigo 23º
Integração de lacunas


Os casos omissos ao presente Regulamento são resolvidos mediante despacho do Presidente da Câmara Municipal ou do Vereador responsável por esta área de actuação, no uso de competências delegadas.

Artigo 24º
Norma revogatória


O presente Regulamento revoga todas as disposições constantes de regulamentos municipais que o contrariem.

Artigo 25º
Entrada em vigor


O presente Regulamento entra em vigor 15 dias após a sua publicação nos termos legais.

 

Partilhar

DGLAB

Ler +

IFLA

BNP

RBE