1. Skip to purchase discount viagra Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

AMÂNDIO GALVÃO - MEMÓRIAS DE UM ARGANILISTA

PDF Imprimir Enviar por E-mail

Memórias que um Amigo nos Deixou foi uma feliz iniciativa de discount drug propecia um grupo de amigos que resolveu lembrar a figura notável que foi e é Amândio Galvão. O desafio que a Dra. Leonarda Tavares lançou teve o melhor acolhimento junto dos “Amigos de Ler” e contou com a colaboração da Câmara Municipal de Arganil.

Todas as acções programadas decorreram com o maior sucesso.

“ESTA PALAVRA ARGANIL”
foi o mote para a divulgação da obra do Eng.º Amândio Galvão. Nos  cafés Argus, Teatro e Eduardus vários livros estiveram disponíveis de 18 a 30 de outubro para consulta de todos os interessados.

O passeio pelo Centro Histórico de Arganil tendo como referência o “Roteiro pelo Centro Histórico de Arganil” da autoria de Amândio Galvão, teve como guia a Dra. Maria Olívia Nogueira e foi um sucesso que contou com a presença de jovens estudantes e também de muito público que quis conhecer melhor a sua terra.

A exposição “Amândio Galvão – Memórias de german viagra um Arganilista”, patente no átrio da Biblioteca Municipal constituída por 10 cartazes com fotografias de Amândio Galvão em fases diferentes da sua vida, associadas a pequenos textos retirados da sua obra foi por todos muito elogiada pela qualidade gráfica e dos textos seleccionados. A exposição da responsabilidade da Biblioteca Municipal, contou com a colaboração da D. Maria Celeste Galvão e da Dra. Leonarda Tavares.

Por último o ponto alto aconteceu na sessão “Arganil em Amândio Galvão” que decorreu no Auditório da Biblioteca Municipal, onde estiveram presentes muitos arganilenses que quiseram participar nesta iniciativa e que contou com a presença da Senhora Vereadora da Cultura Paula Dinis, que iniciou a sessão agradecendo a presença de todos. Acompanhado ao Piano por Miguel Neves, João Bilha declamou um poema de Carlos Maia Teixeira. A este ficou confiada a intervenção principal da sessão.  Maia Teixeira falou do amigo e da figura cultural que ele representa na obra que nos deixou, lendo um texto em prosa poética pleno de simbolismo, com a qualidade literária que o poeta nos habituou e que escreveu para esta ocasião.

O Grupo “Amigos de Ler” que se reúne mensalmente na Biblioteca Municipal para falar de livros e de leituras sempre associadas a uma palavra tema, tinha já levado para o serão de setembro o tema “Amãndio Galvão” e decidido como participar nesta iniciativa. A concretização foi realmente muito bonita. Os “Amigos” leram excertos da obra de Amândio Galvão em que se demonstrou a importância desta para o conhecimento da História recente de Arganil e http://pasquier.qc.ca/viagra-overnite do seu concelho. Para além dos amigos esperados, houve um amigo que também quis participar demonstrando a amizade de online antibiotics without prescriptions longos anos, através da poesia de Miguel Torga, Fernando Pessoa e Cesário Verde. Momento inesperado pela qualidade cultural que o Dr. Luís Vale proporcionou a todos os presentes nesta sessão.

A Dra. Leonarda Tavares falou da personalidade que foi  Amândio Galvão e do respeito e admiração que a ele se deve pela obra que nos deixa, quer como investigador da Fundação Calouste Gulbenkian quer no trabalho que desenvolveu sobre a história recente de Arganil, a que dedicou vários anos da sua vida e que é hoje e será no futuro uma obra de referência da nossa história comum.

Para terminar e como já sabemos a gastronomia, neste caso a doçaria e a cultura sempre foram íntimos aliados. Daí o agradável beberete que se seguiu com a participação dos “Amigos” e dos seus deliciosos bolos.

You need to upgrade your Flash Player

Joomla Gallery


Partilhar

DGLAB

Ler +

IFLA

BNP

RBE